6 coisas que você precisa saber antes de viajar

1553 views Leave a comment

lala-rebelo-visto-livre

6 coisas que você precisa saber antes de viajar

 Com as viagens de fim de ano à vista, a blogueira e consultora de viagens Lala Rebelo dá dicas de como lidar com a burocracia e evitar problemas durante o passeio 

O fim do ano está chegando e, com isso, muita gente só consegue pensar em uma coisa: viajar. O que alguns não sabem é que, mais importante do que escolher o destino, é se organizar com antecedência e se atentar a toda a burocracia. Só assim para evitar transtornos no momento do embarque e também durante a viagem.

 

Pensando em facilitar este processo e ajudar os leitores a fazerem uma viagem tranqüila e sem contratempos, a blogueira e consultora de viagens Lala Rebelo separou seis passos para driblar a burocracia. Confira:

 

1- Passaporte

O principal documento para uma viagem internacional deve ser checado em dois aspectos. O primeiro é a data de validade, já que a maioria dos países pede uma validade mínima de 3 meses (alguns pedem 6 meses) para deixar o turista entrar. O segundo, que poucos sabem, é o número de páginas disponíveis. Há países que exigem até 4 páginas limpas no passaporte na hora da entrada.

 

  • Visto

Esse é o terror de muitos turistas, principalmente os que vão aos Estados Unidos. O visto é uma permissão de entrada no país, que às vezes exige certo trabalho para conseguir. Verifique se seu destino pede visto para brasileiros, ou se você deve tirar no consulado ainda no Brasil ou se o país emite  na chegada, antes da imigração. Mesmo os que emitem o visto na chegada às vezes obrigam os turistas a levar sua própria foto e pagar em dinheiro. Alguns trabalham com pré-visto online. Conheça os requerimentos antes.

 

  • Carteira de Habilitação

Há países (ou locadoras) que não aceitam a carteira de habilitação do Brasil para alugar um carro. A sugestão aqui é fazer a carteira de habilitação internacional, que permite que o turista alugue carro em qualquer país, além de ser um documento oficial para a polícia local. Muitas vezes, mesmo que te deixem alugar com a carteira do Brasil, se a polícia te parar ela pode não ter validade.

 

 

4- Vacinas

A mais comum é a de febre amarela. É necessário tomar a vacina com no mínimo 10 a 30 dias de antecedência da viagem em destinos que a requerem, além de fazer a carteirinha de vacinação internacional na ANVISA (só o comprovante de vacinação não funciona). Verifique se o destino pede outras vacinas adicionais e a mantenha em dia.

 

  • Seguro de Viagem

Pode parecer um exagero, mas é essencial. Não somente pelos gastos cobertos, mas muitas vezes pela assistência que os seguros podem dar no exterior. Aliás, seu cartão de crédito pode ser um grande aliado na hora do seguro, verifique seus benefícios antes de contratar uma empresa a parte.

 

  • Peso da bagagem

Cada companhia aérea tem sua política de bagagem (tanto para a mala de bordo como para a despachada) e, muitas vezes, na mesma companhia há permissões diferentes de quilos para cada tarifa ou destino. É importante verificar a franquia de bagagem antes mesmo de começar a arrumar a mala, para não ter surpresas no aeroporto (excesso de bagagem costuma sair caro). Algumas empresas aéreas, as famosas Low Cost (companhias de baixo custo), geralmente não incluem nenhuma bagagem nas tarifas e é preciso comprá-la à parte pelo site. Compre todas as malas que pretende levar pelo site, previamente, porque no momento do check-in costuma sair absurdamente mais caro.

 

Lala Rebelo é autora do blog de viagens lalarebelo.com, no qual compartilha suas experiências e dicas para outros viajantes. Com 27 anos, já esteve em 57 países.

Deixe uma resposta