Conecte-se com

Música

Mario Ghanna usa o estilo de sua guitarra havaiana para regravar ‘Foxy Lady’, de Jimi Hendrix, em homenagem aos 49 anos da morte do ícone

Publicado

em

’ traz a personalidade da lap steel de Ghanna e seu blues minimalista com leve psicodelia. A versão é clássica e moderna e já tem agradado o público nos shows

usa o de sua havaiana para regravar ‘Foxy Lady’, de , em homenagem aos 49 anos da morte do ícone

‘Foxy lady’ traz a personalidade da lap steel de Ghanna e seu blues minimalista com leve psicodelia. A versão é clássica e moderna e já tem agradado o público nos shows

No dia 18 de setembro completam 49 anos sem o gênio de Jimi Hendrix. Com nome de batismo Johnny Allen Hendrix, James Marshall, ou Jimi Hendrix,nasceu em Seattle, (EUA) no dia 27/11/1942. Foi cantor, compositor e um guitarrista que ocupou em praticamente todas as listas já publicadas de melhores guitarristas da história e foi um dos mais importantes e influentes músicos de sua era, em diversos gêneros musicais.
Um mês antes da data símbolo, Ghanna lança sua versão para ‘Foxy Lady”. Segundo o cantor, esta é uma música icônica e que tem versões dos melhores músicos do mundo. Mario resolveu, então, se arriscar e fazer a seu modo. Arranjou a música para a guitarra havaiana e a executou sem banda. Ele, a lap steel e um bumbo de bateria, em um clima todo minimalista.
Uma das grandes curiosidades sobre “Foxy lady “, lançada em 1967, e uma das mais populares do repertório de Hendrix, é ter sido uma das primeiras experiências de Hendrix com o uso de ‘feedback’ numa gravação em estúdio. Ghanna se vale dos feebacks de maneira diferente na gravação. Usa-os como efeito e textura para criar o clima levemente psicodélico que ele quer imprimir na canção. O resultado é interessante.
O vídeo foi gravado em um Porão que funciona como pub em Joinville/SC – o Porão da Liga – e o vídeo consegue materializar o clima da música.
“Um dos artistas mais executados na história da música, não só por grandes nomes internacionais, mas também por grandes artistas brasileiros. Quis trazer um pouco do meu conceito e do meu som para um clássico mundial. Explorei a lap e uma nova forma de cantar a canção. Minha voz rouca ajudou na interpretação. Estou feliz com o resultado, espero que o pessoal curta muito este vídeo, como curtiram a versão que fiz para ‘Vododo Child’ que lancei em 2017, ou até mais. Vai saber.’, finalizou o cantor.
Assista ao vídeo de Foxy Lady: https://youtu.be/E13kX7DsvjU

‘Mano Vodu’ e EP
Em novembro de 2017 Ghanna já havia prestado homenagem a Hendrix ao lançar uma versão de ‘Voodoo Child’, que batizou de ‘Mano vodu’, também executada em guitarra havaiana, mas, naquela ocasião, era uma weissenborn, instrumento acústico, acompanhado de elementos percussivos, correntes, tamborim e cuíca. A versão viralizou nas redes sociais e Facebook, tendo passado do meio milhão de views.
Ghanna diz que pretende lançar um EP cantando Hendrix no ano que vem, como forma de homenagem ao ídolo que lhe influencia tanto.
Assista ao vídeo de Mano Vodu: https://www.youtube.com/watch?v=Mov7Ao8Ji34

O vídeo e a música
A produção musical é de Ghanna e de Menderson Madruga. A mixagem, masterização e o vídeo são de Menderson Madruga.

Músico Mario Ghanna
É músico e compositor. Concorreu ao Grammy Latino, Prêmio Multishow de Música, Prêmio de Música Catarinense e conquistou a estatueta de “Melhor Álbum Latino” e ‘Melhor Artista Latino”, no The Akademia Music Awards, nos anos de 2017 e 2019, prêmio americano voltado à música independente.

Foxy Lady: https://youtu.be/E13kX7DsvjU
Site: www.marioghanna.com.br
Facebook: www.facebook.com/marioghanna
Instagram: @marioghanna
Youtube: /MarioGhannaoficial

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Conrado & Aleksandro lançam “Romance Torto”

Publicado

em

Por

Na última sexta-feira (14), Conrado & Aleksandro lançaram nas plataformas digitais “Romance Torto” (Diego de Souza / Juliano Freitas). A música faz parte do álbum “Ao Vivo em Londrina”, gravado em outubro de 2019, e marca uma nova fase da dupla, agora com um novo “Conrado” e a estreia do escritório próprio – “Singular Produções” – com total autonomia da carreira.

A faixa “Romance Torto” resgata as origens da dupla, que ficou conhecida no sertanejo por sua versatilidade e irreverência. A produção musical coube ao Maestro Pinocchio, com direção de vídeo de Jacques Junior. E para os fãs e admiradores da dupla, o projeto ainda conta com outras músicas inéditas e inclui regravações, como “Vidas Divididas” e “Põe no 120”. O material completo chega aos aplicativos de música no primeiro semestre de 2020.

Ouça nas plataformas digitais: https://CeA.fanlink.to/RomanceTorto

 

Ao Vivo em Londrina:

Gravado em Londrina, no Anfiteatro do Zerão, no dia 27 de outubro de 2019, o projeto ficou marcado por envolver uma importante ação social. Ao invés de liberar venda de ingressos, Conrado & Aleksandro e equipe mobilizaram os fãs e o público para colaborarem com doações de roupas, calçados e alimentos para entidades carentes. Além disso, ainda realizaram a revitalização do Anfiteatro, uma área pública bem movimentada pelos londrinenses.

Fora a importante causa social, Conrado & Aleksandro contaram com nomes expressivos do mercado sertanejo para que a gravação acontecesse da melhor maneira. O Maestro Pinocchio cuidou da produção musical e arranjos; A direção de vídeo coube ao Jacques Junior, com cenário e iluminação de Robson Rapoza; e a direção geral e executiva do DVD coube ao Márcio Cardoso e Singular Produções.

Continue Lendo

Entretenimento

“Chama o Batman” é a nova música de Sandro e Cícero

Publicado

em

Por

Nesta sexta-feira, 14, a dupla Sandro e Cícero lança a música “Chama o Batman” como um “pré-esquenta” para o carnaval. A faixa também ganha um clipe bem divertido que chega no mesmo dia, no canal dos meninos no Youtube. Desta vez, Sandro e Cícero apostaram no gênero pisadinha misturado ao sertanejo, para trazer ao público a novidade da música nordestina que tanto tem feito sucesso atualmente.

 

Muito ligados às redes sociais, e utilizando-a como forma de aproximá-los ainda mais de seu público, a dupla apostou também em uma coreografia com um chalenge (desafio) para animar o pessoal, assim como foi com o sucesso “Me adota”, que hoje é trilha de um dos momentos mais aguardados pelos fãs nos shows. “O pessoal sabe a coreografia e dança direitinho! É muito legal ver todo mundo cantando junto com a gente, a energia do público nos shows nos deixa realizados!” conta Cícero.

 

“Chama o Batman” foi escrita por Sandro e Cícero, ao lado dos amigos, e também compositores, Jonas Matheus e Felipe Sales, e vem de uma ideia que os meninos tiveram em um momento de descontração na piscina. “Pensamos naquela vinheta tradicional dos filmes do Batman e achamos a deixa para criar uma música animada com clipe engraçado, que é a nossa essência, o que gostamos de fazer!” explica Sandro, responsável também pela produção musical e audiovisual da faixa.

 

Acompanhe Sandro e Cícero nas redes sociais: @sandroecicerooficial .

 

Link da música: https://levepress.fanlink.to/ChamaOBatmanSeC

Link do Youtube: https://youtu.be/I7vkr6DNfC8

 

Letra: Chama o Batman

Composição: Sandro de Paula, Cícero Guedes, Jonas Matheus e Felipe Sales

 

Furaram minha lata de cerveja

Porque ela esvaziou rápido demais

A calçada tá ficando estreita

Ou será que eu to cambaleando demais

 

Quem poderá me defender?

Não posso contar com a sorte

Tô com a carteira no bolso

E eu tenho medo que “Robin”

 

Nananana

Chama o Batman pra mim!

Continue Lendo

Entretenimento

Illy lança sua versão em samba-reggae de “Querelas do Brasil” para o carnaval

Publicado

em

Por

Uma das motivações de Illy para gravar um álbum com canções eternizadas por sua maior ídola, Elis Regina, foi a atualidade dos temas das canções. Outra foi trazer para novas gerações um repertório tão rico com arranjos modernos e até dançantes.

“Querelas do Brasil” é mais uma amostra de uma faixa com essas características. “Trouxe Elis para a Bahia com um arranjo de samba reggae, bem verão, que ficou com a cara do meu som”, conta Illy que se apresenta entre sexta-feira e terça-feira de carnaval na Varanda Elétrica do camarote Expresso 2222, de Gilberto Gil, em Salvador.

“Diante de tantos absurdos falados, palavras malditas e descaso com nosso país, ‘Querelas do Brasil’, composta há mais de 40 anos por Aldir Blanc e Maurício Tapajós talvez seja a canção mais atual do carnaval deste ano”, acredita Illy.

“A gente resolveu regravar Elis à nossa maneira, com meu sotaque, todo capricho que ela merece e diferente de tudo que já foi feito. O resultado do álbum tem me deixado muito feliz. É meu jeito de cantar a maior cantora que esse país já teve”, crava.

Produzido por Illy, Gabriel Loddo e Guilherme Lirio e com capa de Fernanda Queiroz, o single é um lançamento do selo Alá em parceria com a Altafonte.

Ficha técnica:

Produzido por Illy, Gabriel Loddo e Guilherme Lirio

Voz: Illy

e percussão: Gabriel Loddo

Baixo: Guilherme Lirio

Bateria e percussão: Pedro Fonte

Percussão: Marcelo Costa

Mix: Igor

Master: Daniel Carvalho

Gravado no estúdio Carolina

Foto: Julia Pavin

Continue Lendo
Publicidade

Facebook

Eventos

Publicidade

Destaque

Pular para a barra de ferramentas