Conecte-se com

Interno

No dia Internacional das Drag Queens, Tchaka abre o coração e fala de Rupaul e como é ser drag no Brasil

Publicado

em

“Ser Drag Queen no Brasil hoje além da arte que transforma, cutuca, propõe possibilidades, emociona é resistência e enfrentamento dos desmandos políticos com humor inteligente.”

Desde que o mundo é mundo homens se vestem de mulher como uma forma de arte. Da Grécia antiga, quando nascia o teatro, ao Kabuki no Japão, os papéis femininos eram feitos por homens, já que mulheres eram proibidas de se apresentar no teatro. Os tempos mudaram a arte drag também. Hoje dia 16/07 comemora-se o dia internacional das Drag Queens.

O termo “drag” vem do verbo em inglês “to drag”, que significa arrastar em português. E se refere aos longos vestidos e roupas utilizadas na época. Logo Drag, virou um termo usado para os homens vestidos de mulher. O termo Queen, só foi adicional pela comunidade gay no século 20 e continua até hoje. As drag queens encontraram lugar na cultura pop e estrelam programas de TV, figuram nas listas das músicas mais tocadas e tem festas lotadas. Mas nem sempre foi assim, com as drag queens circulando tão livremente pela cultura popular. Nomes como Laddy Bunny, Gypsy, Divine, Rupaul entre outras, fazem história no cenário drag internacional.

“RuPaul é uma espécie de nossa mestra mundial, Mama Ru assim chamada pelas #TheQueens de todo mundo me inspira a cada dia ser mais glamorosa, fina, elegante, politizada, bem humorada e extremamente atual. Tchaka Drag Queen além de ser nossa rainha das festas, pode ser considerada a RuPaul brasileira, pois sua meta diária é que produtoras de conteúdo nos programas brasileiros possam direcionar os holofotes para seu talento”. Explica Valder Bastos, advogado que dá vida a Tchaka há mais de 20 anos.

No Brasil, o cenário drag nacional acompanhou de modo geral o internacional. Na televisão, não era estranho homens fazendo papéis de mulheres, especialmente os cômicos. Durante o período da ditadura, a comunidade gay, e consequentemente as drags, perdeu espaço público. Nos anos 90, a cena renasceu e as drags ganharam espaço em clubes e boates gays, especialmente de São Paulo. Márcia Pantera, Sylvetti Montilla, Miss Bia, Tchaka, Dimmy Kieer  e tantas outras ainda fazem do cenário lgbti o mais importante do país.

“Ser Drag Queen no Brasil hoje além da arte que transforma, cutuca, propõe possibilidades, emociona, refresca, despressuriza, encanta e cria pontes para momentos de felicidade também é resistência, enfrentamento dos desmandos políticos com humor inteligente, visagismo inspirador para mundo da moda, fotografia, programas de tv, eventos corporativos, etc. Enfim nós drag queens somos o futuro no presente”, finaliza.

Acompanhe a Tchaka Drag Queen no Instagram: instagram.com/tchakadragqueen

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Interno

Silvio Pompeu: o expert do mundo fashion considerado o mestre das passarelas no Brasil

Publicado

em

Por

Paulistano do bairro de Pirituba, na Zona Oeste de São Paulo, Silvio Pompeu iniciou a carreira como modelo em 1993, aos 13 anos. Hoje, aos 38, é proprietário da SP Fashion School, escola que capacita modelos para o mercado fashion e publicitário. Os retornos após o sucesso de seu trabalho, com modelos alocados em eventos como a Semana de Moda de SP e até passarelas internacionais.

Silvio é responsável pelo curso de passarela mais requisitado pelos “New Faces” (aspirantes a modelo) em razão das técnicas que desenvolve e aplica durante os Workshops, eventos que são construídos de acordo com sua experiência na profissão.

“Busco a inovação. A ideia de permanecer sempre a frente, compartilhar as novidades, me atraem. Viajo sempre para me aperfeiçoar, assisto muitos desfiles e retorno com novas técnicas de Salto Alto, corporais etc.” diz Silvio.
Apostando na vivência do modelo na prática do mercado, o atual professor de passarela aposta em cursos “expressos”, onde alguns modelos já desfilam em 4 horas. Tudo isso respeitando as particularidades de cada modelo.

“Sempre que algum aluno realiza um trabalho de grande notoriedade ou viaja para outro país para desfilar, fico muito orgulhoso e posto tudo nas redes sociais. É motivador saber que estou no caminho certo!” acrescenta Pompeu.

MISS E MISTER BRASIL:

Com um considerável número de alunas em disputa nos principais concursos de Miss no Brasil, Silvio foi convidado para a composição da mesa diretora nacional do Miss e Mister Brasil, concurso oficial de beleza que é certificado pelo Sindicato Nacional Pró-Beleza. Na entidade, é responsável pela preparação dos candidatos de todo o país.

IFB – INTERNATIONAL FASHION BRAZIL:

O INTERNATIONAL FASHION BRAZIL (IFB) criado e dirigido por ele, é o maior desfile que revela novos talentos para o mercado fashion nacional. Todos os alunos que se destacam sem seus cursos, recebem uma oportunidade para desfilar no IFB, que teve sua última edição no dia 03 de agosto em parceria com a Faculdade de Moda da Universidade Anhanguera, em São Paulo.

No evento o produtor também oferece oportunidades a novos estilistas apresentarem suas criações. São mais de 80 novos profissionais recém-formados que são convidados a exibirem as coleções.

Adepto as diversas formas de inclusão nas passarelas, Pompeu ministra cursos para perfis Plus Size, Andrógeno e Transgênero. “entendo que a moda deve ser para todos que a consomem. Se um consumidor Plus Size pode comprar peças, ele também pode desfilar”

CERTIFICAÇÃO:

Recentemente o Sindicato Nacional Pró-Beleza concedeu ao produtor o reconhecimento do seu curso. Todos os certificados expedidos por Silvio são validados pelo Sindicato e recebem validação nacional.

PÚBLICO INFANTIL:


Em outro mercado segmentado, o de modelos kids, o produtor realiza trabalhos consolidados com o público infantil, os chamados “Models Kid’s. Em seu currículo estão crianças que estrelam campanhas publicitárias, filmes e novelas.

Você pode conhecer mais sobre Silvio Pompeu em sua página no Instagram: @silviopompeu

Continue Lendo

Interno

Ale Maluf lança clipe de seu novo sucesso “Moendo Pouco”

Publicado

em

Por

O cantor sertanejo universitário Ale Maluf tem feito sucesso por todo Brasil. Com apenas 23 anos de idade, o jovem cantor paulista conquistou um grande público nas redes sociais que admiram seu trabalho e curtem suas músicas.

Sua última música de trabalho “Mesmo Lugar” atingiu mais de 40 mil visualizações no próprio canal do Youtube do cantor, fazendo com que Ale viajasse por todo Brasil levando seu show contagiante.

Desde os 3 anos de idade, Ale Maluf já mostrava seu talento com a música em apresentações na sua cidade do interior, Paraguaçu Paulista, o que fez com que o cantor crescesse sendo admirado e também se aprofundando na profissionalização de sua carreira.

Ale Maluf já dividiu o palco com grandes nomes da música e atraí cada vez mais multidões para seus shows onde se tornam na grande maioria, fãs do cantor e seguidores assíduos de seu trabalho.

Compositor de suas músicas, Ale sempre lança novidades. Hoje em todas as plataformas digitais e também em seu canal do Youtube, Ale Maluf está lançando o clipe e também sua nova música de trabalho “Moendo Pouco” que promete ser mais um sucesso! Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=fnwogRJa2pY&feature=youtu.be

Saiba mais sobre a carreira de Ale Maluf visitando seu Instagram: instagram.com/alemalufoficial

Continue Lendo

Interno

Exposição “Um Dedo de Arte”, de Diego Moura, chega ao Shopping Campo Limpo

Publicado

em

Por

Personalidades mundiais que são referências na música e do cinema ganham forma por meio dos traços únicos do artista plástico Diego Moura durante a exposição “Um Dedo de Arte” que acontece no Shopping Campo Limpo entre os dias 13 e 30 de agosto. O evento é gratuito e aberto ao público de todas as idades.

Cores marcantes e seres com olhos e bocas que saltam do rosto são apenas algumas das caraterísticas que ilustram as obras de Moura. Inspirado pelo conceito e com forte referência dos movimentos Pop e Surrealista, o artista traz obras que nascem da tela do celular para grandes telas pintadas com tinta e pincel. Mais de 18 quadros com temas variados fazem parte do acervo.

“Estou muito feliz em trazer a exposição para o Shopping Campo Limpo. Percebi que minha obra consegue atingir pessoas de todas as idades. As crianças amam, alguns adultos pouco familiarizados com as artes plásticas encontraram referências em obras de grandes pintores, e especialistas passaram a me encorajar destacando uma assinatura única em minhas obras”, conclui Diego Moura.

Serviço:

Abertura exposição Um Dedo de Arte

Data: 13 de agosto

Horário: 19h

Local: Piso Itapecerica

Endereço: Estrada do Campo Limpo, 459, Campo Limpo, São Paulo, SP

Gratuito

Exposição Um Dedo de Arte

Data: 13 a 30 de agosto

Horário: De segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 12h às 22h

Local: Piso Itapecerica

Endereço: Estrada do Campo Limpo, 459, Campo Limpo, São Paulo, SP

Saiba mais sobre Diego Moura no Instagram: instagram.com/umdedodearte

Continue Lendo
Publicidade

Facebook

Publicidade

Eventos

Próximos eventos

  1. Vale Music Fest 2019

    setembro 13 @ 20:00 - setembro 21 @ 23:30
  2. DJAVAN VESÚVIO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS (SP)

    outubro 11 @ 21:00 - 23:30
Publicidade

Destaque

Pular para a barra de ferramentas