Conecte-se com

Esportes

Alemanha busca reação em sábado que tem belgas e mexicanos em ação

Publicado

em

A é a grande atração do segundo sábado de , e não pelos motivos que se imaginavam antes do início do torneio. Em campo teremos também a favorita Bélgica e a sensação mexicana.

A seleção belga abre o sábado, às 9h, contra a Tunísia. Às 12h teremos Coreia do Sul e México. Alemanha e Suécia fecham o dia, às 15h.

Bélgica x Tunísia

Dentre as seleções apontadas como favoritas na Copa do Mundo, a Bélgica foi quem fez a melhor estreia, embora não sem problemas. O primeiro tempo dos belgas foi muito abaixo das expectativas e a equipe só acordou no segundo tempo, vencendo por 3 a 0 a frágil seleção do Panamá.

A Tunísia promete ser uma rival mais dura para os belgas, mas a verdade é que a equipe europeia segue com largo favoritismo para o jogo. Roberto Martínez, técnico da Bélgica, trabalha para evitar surpresas.

“A Tunísia evoluiu. Os jogadores surpreenderam vários times. Eles são flexíveis e provavelmente o time mais dinâmico que enfrentamos. Precisamos ser nós mesmos contra eles e fazer melhor que fizemos contra o Panamá”, defendeu o treinador.

Bélgica: Thibaut Courtois; Jan Vertonghen, Dedryck Boyata, Toby Alderweireld; Axel Witsel, Kevin De Bruyne, Yannick Carrasco, Thomas Meunier; Dries Mertens, Eden Hazard; Romelu Lukaku

Tunísia: Farouk Ben Mustapha; Yassine Meriah, Syam Ben Yousef, Dylan Bronn, Oussama Haddadi; Ellyes Skhiri, Anice Badri, Ferjani Sassi; Fakhreddine Ben Youssef, Wahbi Khazri, Naim Sliti.

Coreia do Sul x México

O México foi a grande sensação da primeira rodada. Não apenas venceu a Alemanha, atual campeã e uma das favoritas ao título, mas o fez com estilo e com chances para fazer um placar mais largo. Mas não é novidade que o México é capaz de grandes feitos, mas não constuma manter consistência para alçar voos maiores. O técnico Juan Carlos Osorio, conhecido no Brasil por comandar o São Paulo, também tem um histórico de altos e baixos. Irá a sua seleção manter o nível da estreia?

O adversário deste vez é bem menos poderoso. A Coreia do Sul tem experiência em Copas, mas raramente vai bem e não conta com a melhor de suas gerações. Depois da vitória contra a Alemanha, o México ganhou um status de favorito.

Coreia: Jo Hyeonwoo; Lee Yong, Kim Younggwon, Jang Hyunsoo, Kim Minwoo; Ki Sungyueng, Jung Wooyoung, Lee Jaesung; Hwang Heechan, Son Heungmin, Lee Seungwoo.

México: Guillermo Ochoa; Carlos Salcedo, Hugo Ayala, Hector Moreno, Jesus Gallardo; Miguel Layun, Hector Herrera, Andres Guardado; Carlos Vela, Javier Hernandez, Hirving Lozano.

Alemanha x Suécia

A Alemanha entrou como favorita. Pode se despedir no segundo jogo da Copa. Depois da derrota na estreia, a seleção alemã não pode se dar ao luxo de pensar em algo que não seja a vitória sobre a Suécia.

A seleção sueca já provou que há vida sem Ibrahimovic ao se classificar para a Copa. A estreia não foi com grande futebol, mas o suficiente para vencer a Coreia por 1 a 0. Os suecos devem explorar a tensão natural dos atuais campeões, já que mesmo um empate é considerado bom resultado.

“Análises dos nossos erros mostraram que não temos que mudar nossa abordagem de jogo. Talvez a Suécia possa até entrar com uma defesa com cinco homens contra nós, mas estamos acostumados a jogar contra times defensivos e mostramos que somos capazes fazendo isso nas eliminatórias”, avaliou Joachim Löw, técnico da Alemanha.

“Estes são os momentos para os quais vivemos, pelos quais trabalhamos a nossa carreira inteira. É divertido e excitante. Nós esperamos conseguir um bom resultado, é uma oportunidade fantástica de avançar no grupo no segundo jogo”, analisou Janne Andersson, técnico sueco.

Alemanha: Manuel Neuer; Joshua Kimmich, Jerome Boateng, Nicklas Sule, Jonas Hector; Ilkay Gundogan, Toni Kroos; Thomas Muller, Mesut Ozil, Marco Reus; Mario Gomez

Suécia: Robin Olsen; Mikael Lustig, Viktor Lindelof, Andreas Granqvist, Ludwig Augustinsson; Viktor Claesson, Sebastian Larsson, Albin Ekdal, Emil Forsberg; Marcus Berg, Ola Toivonen

Esportes

Em comemoração ao dia do paraquedismo 27 pessoas saltam de ponte para quebrar recorde

Publicado

em

Por

Hoje (22), é o dia mundial do paraquedismo, a data é uma homenagem a Andrews Jacques Garverin, que em 1797 saltou de um balão e foi imortalizado como o primeiro ser humano a pular de paraquedas.

Em comemoração a essa data o paraquedista brasileiro Vagner Jorge, foi à Rússia e participou da quebra de um novo recorde mundial, em Sóchi. Com um grupo de 27 pessoas de diversas nacionalidades (Rússia, Estados Unidos, Brasil, Turquia, França, Inglaterra e Bielorrússia) Vagner, saltou de uma ponte fixa com 207 metros de altura.

Inicialmente seria um grupo com 28 pessoas, mas um russo teve problemas e o paraquedas abriu antes do salto. O local onde aconteceu o evento se chama SkyPark, é um grande ponto turístico da cidade de Sochi, que além da ponte onde foi quebrado o recorde mundial, tem uma tirolesa com 233 metros.

Um vídeo mostra o exato momento em que o grupo com 27 paraquedistas, batem o recorde pulando da ponte.

 

Sobre Vagner Jorge

Vagner passou por diversas modalidades esportivas, como supermoto, onde foi campeão brasileiro, muay thay e handebol. Mas o amor pelo paraquedismo foi maior e avassalador, fazendo que ele buscasse todos os caminhos para se profissionalizar dentro da área, sem imaginar o sucesso que faria nela.

Em 2015, iniciou seus trabalhos na Austrália como dobrador de paraquedas, entre um trabalho e outro, fazia saltos esporádicos, até atingir a quantidade necessária para se tornar instrutor de voo.

De lá para cá, foram feitos milhares de saltos em lugares remotos, montanhas, antenas e prédios ao redor do mundo. Atualmente, Vagner trabalha como instrutor em Boituva, interior de São Paulo. Lá faz um trabalho muito especial incentivando o esporte para todas as pessoas, não importando idade, classe social ou limitações físicas.

Nesta primeira quinzena de outubro, ele esteve em Moscou na Rússia, onde treinou num túnel de vento, que chega a atingir cerca de 450km/h, para aprimorar ainda mais seu voo.

Instagram: https://www.instagram.com/vagnerjorge

 

Foto Divulgação/Felipe Marchesi

Continue Lendo

Esportes

Vagner Jorge é Referência no Paraquedismo

Publicado

em

Por

A grande maioria das pessoas, desconhecem que o paraquedismo é um esporte e uma profissão. Focam apenas em achar que os profissionais que praticam essa modalidade, são só pessoas corajosas ou insanas.

O paraquedista, Vagner Jorge, tem ganhado bastante na área com um trabalho motivacional, que leva as pessoas a confiarem mais em si, através da vivência de novas experiências, em momentos de aventura e superação.

Eu acredito que o paraquedismo é um esporte para todas as idades, uma prova disso foi uma senhora de 86 anos, surda que saltou comigo. Isso me marcou muito, pois pude ver que nunca é tarde para fazer o que se têm vontade, e se você tiver perseverança nenhuma limitação vai te impedir. Vagner Jorge

Vagner passou por diversas modalidades esportivas, como supermoto, onde foi campeão brasileiro, muay thay e handebol. Mas o amor pelo paraquedismo foi maior e avassalador, fazendo que ele buscasse todos os caminhos para se profissionalizar dentro da área, sem imaginar o sucesso que faria nela.

Em 2015, iniciou seus trabalhos na Austrália como dobrador de paraquedas, entre um trabalho e outro,  fazia  saltos esporádicos, até atingir a quantidade necessária para se tornar instrutor de voo.

De lá para cá, foram feitos milhares de saltos em lugares remotos, montanhas, antenas e prédios ao redor do mundo. Atualmente, Vagner trabalha como instrutor em Boituva, interior de São Paulo. Lá faz um trabalho muito especial incentivando o esporte para todas as pessoas, não importando idade, classe social ou limitações físicas.

Nesta primeira quinzena de outubro, ele está em Moscou na Rússia, onde treina num túnel de vento, que chega a atingir cerca de 450km/h, a fim de aprimorar seu voo. Nos próximos dias, Vagner se dirige para Sóchi, onde tentará quebrar um recorde, junto a um grupo de 27 amigos. Eles querem ser o maior número de pessoas a saltarem de uma ponte ao mesmo tempo. O recorde atual é de 26 pessoas.

Sobre o Paraquedismo

A prática do paraquedismo é muito antiga, os primeiros registros que se tem, são de 1306 D.C., onde acrobatas chineses saltavam de muralhas com um dispositivo que amortecia a chegada ao solo.

No Brasil o esporte se tornou conhecido com Charles Astor, que lecionou um curso em 1931, no Aeroclube de São Paulo, e até hoje é reverenciado como um dos maiores incentivadores da prática em solo brasileiro.

Siga Vagner no Instagram:

https://www.instagram.com/vagnerjorge

Continue Lendo

Esportes

Diretoria do La Coruña convida o advogado Dr. Jorge Sanchez para conhecer as instalações do clube espanhol

Publicado

em

Por

Dr. Jorge Sanchez, sócio-fundador do escritório Sanchez e Sanchez Sociedade de Advogados, esteve no estádio Riazor, do La Coruña , na Espanha, a convite da diretoria do clube de futebol espanhol por meio do ex-jogador Mauro Silva, que foi campeão do mundo com a seleção brasileira na de 1994 nos EUA, e foi recebido por Francisco Paco Zás, presidente da equipe espanhola.

Durante a visita as instalações do clube, o advogado que atua na área empresarial, atendendo as principais instituições financeiras do Brasil, assistiu ao jogo La Coruña  x Almería ao lado do ex-jogador, o também brasileiro Donato, que atuou na equipe por mais de 10 anos e acabou se naturalizando espanhol, defendendo a seleção da Espanha.

Tanto Mauro Silva como Donato são reverenciados no clube espanhol até hoje, além de outros brasileiros que brilharam no Deportivo como Bebeto, Djalminha, Luizão, Rivaldo, entre outros.

“Quero agradecer a receptividade e o convite e dizer que na Espanha, já tenho um clube de coração: o La Coruña“, revela Dr. Jorge Sanchez.

Continue Lendo
Publicidade

Facebook

Eventos

Publicidade

Destaque

Pular para a barra de ferramentas