Conecte-se com

Esportes

IMSA: Fittipaldi substitui Barbosa na etapa deste domingo no Canadá

Publicado

em

Brasileiro estará ao lado de Filipe Albuquerque no #5 da equipe Action Express Racing. Barbosa se recupera após machucar o pulso

Uma semana após as exigentes 6 Horas de Watkins Glen, pilotos e equipes do WeatherTech Sportscar Championship voltam à pista a partir desta sexta-feira (dia 6) para os treinos da sétima etapa da temporada no Canadian Tire Motorsport Park. O traçado de 2,459 milhas (quase 4 km) é praticamente o mesmo ao longo das décadas. Com 10 curvas, é uma pista que conta com curvas de alta velocidade, que exigem ao máximo dos pilotos.

Christian , que este ano vem competindo apenas as provas de longa duração, desta vez estará ao lado do português Filipe Albuquerque no #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing. Ele substitui o também português João Barbosa, que sofreu um acidente de bicicleta no mês passado e se recupera de um machucado no pulso.

“Fiquei chateado com o que aconteceu com o João e o fato de ele perder as corridas, mas assim como em Watkins Glen, eu quero ajudar a equipe o máximo possível”, comentou Fittipaldi, que este ano também exerce a função de diretor esportivo da Action Express Racing. “De qualquer forma, é bom estar de volta à pista logo depois desta em Glen, para tentarmos melhorar o carro”, lembrou.

Na semana passada, nas 6 Horas de Watkins Glen, as equipes com modelos Cadillac “sofreram” com a falta de velocidade dos carros nas retas. Problema que preocupa o brasileiro para a etapa deste domingo (8). “Estamos animados, mas ao mesmo tempo um pouco preocupados, porque as características da pista aqui são parecidas com as da última corrida e realmente faltou um pouco de performance”, destacou.

“Então, estamos motivados, mas com cautela. Vamos ver o que acontece no primeiro treino e vamos trabalhar para evoluir o carro. Em Watkins Glen, fizemos tudo o que podíamos, andamos no limite, mas todos os Cadillac tiveram dificuldades”, continuou o brasileiro, que terminou a prova em sexto lugar.

“Em Mosport, voltamos para as corridas curtas, com 2h45 de duração, então é importante andar na frente o tempo todo, estar sempre entre os primeiros, sem perder o contato, o que facilita o trabalho no final da corrida”, completou Fittipaldi, que subiu uma vez ao pódio em Mosport, com um segundo lugar em 2016.

Para Albuquerque, a pista será uma novidade. “É um novo circuito para mim, mas parece um clássico, uma pista ao estilo antigo, o tipo que eu gosto”, disse o jovem português. “Trabalhei no simulador, vi vídeos e acredito que estamos prontos para este desafio”, concluiu.

A equipe Action Express também conta com outro brasileiro no #31 Whelen Engineering Racing Cadillac DPi-V.R. O brasiliense Felipe Nasr é o parceiro do norte-americano Eric Curran. A equipe lidera atualmente a temporada, com Albuquerque com 169 pontos, apenas um ponto a mais que Nasr e Curran.

Nasr também fará sua estreia neste circuito. “Estou conhecendo muitas pistas novas este ano, então terei mais uma para acrescentar na minha lista neste fim de semana”, contou. “Pelo que vi, é uma pista de alta velocidade e muito técnica. Vamos trabalhar muito no acerto do nosso carro para ter certeza de que teremos o máximo de velocidade que podemos. Temos muitas corridas ainda, então temos de continuar lutando por pontos”, finalizou Nasr.

As atividades na pista canadense começam nesta sexta-feira, com dois treinos livres. No sábado, os pilotos terão mais um treino livre e o classificatório a partir das 14 horas (de Brasília). No domingo, a prova terá sua largada às 15h05 (de Brasília).

Veja como está a classificação do campeonato 2018:

https://sportscarchampionship.imsa.com/standings

Esportes

Em comemoração ao dia do paraquedismo 27 pessoas saltam de ponte para quebrar recorde

Publicado

em

Por

Hoje (22), é o dia mundial do paraquedismo, a data é uma homenagem a Andrews Jacques Garverin, que em 1797 saltou de um balão e foi imortalizado como o primeiro ser humano a pular de paraquedas.

Em comemoração a essa data o paraquedista brasileiro Vagner Jorge, foi à Rússia e participou da quebra de um novo recorde mundial, em Sóchi. Com um grupo de 27 pessoas de diversas nacionalidades (Rússia, Estados Unidos, Brasil, Turquia, França, Inglaterra e Bielorrússia) Vagner, saltou de uma ponte fixa com 207 metros de altura.

Inicialmente seria um grupo com 28 pessoas, mas um russo teve problemas e o paraquedas abriu antes do salto. O local onde aconteceu o evento se chama SkyPark, é um grande ponto turístico da cidade de Sochi, que além da ponte onde foi quebrado o recorde mundial, tem uma tirolesa com 233 metros.

Um vídeo mostra o exato momento em que o grupo com 27 paraquedistas, batem o recorde pulando da ponte.

 

Sobre Vagner Jorge

Vagner passou por diversas modalidades esportivas, como supermoto, onde foi campeão brasileiro, muay thay e handebol. Mas o amor pelo paraquedismo foi maior e avassalador, fazendo que ele buscasse todos os caminhos para se profissionalizar dentro da área, sem imaginar o sucesso que faria nela.

Em 2015, iniciou seus trabalhos na Austrália como dobrador de paraquedas, entre um trabalho e outro, fazia saltos esporádicos, até atingir a quantidade necessária para se tornar instrutor de voo.

De lá para cá, foram feitos milhares de saltos em lugares remotos, montanhas, antenas e prédios ao redor do mundo. Atualmente, Vagner trabalha como instrutor em Boituva, interior de São Paulo. Lá faz um trabalho muito especial incentivando o esporte para todas as pessoas, não importando idade, classe social ou limitações físicas.

Nesta primeira quinzena de outubro, ele esteve em Moscou na Rússia, onde treinou num túnel de vento, que chega a atingir cerca de 450km/h, para aprimorar ainda mais seu voo.

Instagram: https://www.instagram.com/vagnerjorge

 

Foto Divulgação/Felipe Marchesi

Continue Lendo

Esportes

Vagner Jorge é Referência no Paraquedismo

Publicado

em

Por

A grande maioria das pessoas, desconhecem que o paraquedismo é um esporte e uma profissão. Focam apenas em achar que os profissionais que praticam essa modalidade, são só pessoas corajosas ou insanas.

O paraquedista, Vagner Jorge, tem ganhado bastante destaque na área com um trabalho motivacional, que leva as pessoas a confiarem mais em si, através da vivência de novas experiências, em momentos de aventura e superação.

Eu acredito que o paraquedismo é um esporte para todas as idades, uma prova disso foi uma senhora de 86 anos, surda que saltou comigo. Isso me marcou muito, pois pude ver que nunca é tarde para fazer o que se têm vontade, e se você tiver perseverança nenhuma limitação vai te impedir. Vagner Jorge

Vagner passou por diversas modalidades esportivas, como supermoto, onde foi campeão brasileiro, muay thay e handebol. Mas o amor pelo paraquedismo foi maior e avassalador, fazendo que ele buscasse todos os caminhos para se profissionalizar dentro da área, sem imaginar o sucesso que faria nela.

Em 2015, iniciou seus trabalhos na Austrália como dobrador de paraquedas, entre um trabalho e outro,  fazia  saltos esporádicos, até atingir a quantidade necessária para se tornar instrutor de voo.

De lá para cá, foram feitos milhares de saltos em lugares remotos, montanhas, antenas e prédios ao redor do mundo. Atualmente, Vagner trabalha como instrutor em Boituva, interior de São Paulo. Lá faz um trabalho muito especial incentivando o esporte para todas as pessoas, não importando idade, classe social ou limitações físicas.

Nesta primeira quinzena de outubro, ele está em Moscou na Rússia, onde treina num túnel de vento, que chega a atingir cerca de 450km/h, a fim de aprimorar seu voo. Nos próximos dias, Vagner se dirige para Sóchi, onde tentará quebrar um recorde, junto a um grupo de 27 amigos. Eles querem ser o maior número de pessoas a saltarem de uma ponte ao mesmo tempo. O recorde atual é de 26 pessoas.

Sobre o Paraquedismo

A prática do paraquedismo é muito antiga, os primeiros registros que se tem, são de 1306 D.C., onde acrobatas chineses saltavam de muralhas com um dispositivo que amortecia a chegada ao solo.

No Brasil o esporte se tornou conhecido com Charles Astor, que lecionou um curso em 1931, no Aeroclube de São Paulo, e até hoje é reverenciado como um dos maiores incentivadores da prática em solo brasileiro.

Siga Vagner no Instagram:

https://www.instagram.com/vagnerjorge

Continue Lendo

Esportes

Diretoria do La Coruña convida o advogado Dr. Jorge Sanchez para conhecer as instalações do clube espanhol

Publicado

em

Por

Dr. Jorge Sanchez, sócio-fundador do escritório Sanchez e Sanchez Sociedade de Advogados, esteve no estádio Riazor, do La Coruña , na Espanha, a convite da diretoria do clube de futebol espanhol por meio do ex-jogador Mauro Silva, que foi campeão do mundo com a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1994 nos EUA, e foi recebido por Francisco Paco Zás, presidente da equipe espanhola.

Durante a visita as instalações do clube, o advogado que atua na área empresarial, atendendo as principais instituições financeiras do Brasil, assistiu ao jogo La Coruña  x Almería ao lado do ex-jogador, o também brasileiro Donato, que atuou na equipe por mais de 10 anos e acabou se naturalizando espanhol, defendendo a seleção da Espanha.

Tanto Mauro Silva como Donato são reverenciados no clube espanhol até hoje, além de outros brasileiros que brilharam no Deportivo como Bebeto, Djalminha, Luizão, Rivaldo, entre outros.

“Quero agradecer a receptividade e o convite e dizer que na Espanha, já tenho um clube de coração: o La Coruña“, revela Dr. Jorge Sanchez.

Continue Lendo
Publicidade

Facebook

Eventos

Publicidade

Destaque

Pular para a barra de ferramentas